Musicalização com percussão

Começa em julho no CMIJ as oficinas de musicalização para crianças e jovens de 6 a 17 anos. A finalidade desse trabalho é possibilitar à criança e ao adolescente a introdução no mundo da arte a partir de um resgate cultural, utilizando a música como instrumento.

Musicalização é entendida como um processo inicial de desenvolvimento e conhecimento na área de Música. O contato intuitivo e espontâneo com a expressão musical desde os primeiros anos de vida é importante ponto de partida para o processo de musicalização. A música é uma linguagem e uma forma de conhecimento.

Ao desenvolver atividades específicas de percussão, para este trabalho se tornar de fato uma construção coletiva sólida, é necessário levar em conta o processo de participação e de educação popular, cujos objetivos são:

– Desenvolver a consciência critica através do resgate da cultura afro-brasileira contribuindo para  formação da criança e do adolescente, possibilitando uma nova perspectiva de futuro.

– Propiciar através da Música a busca da sabedoria, possibilitar a formação de valores e emoções sadias, que servirão como instrumento para os jovens, e os seus desafios na conquista de seus direitos.

– Desenvolver a consciência crítica das crianças e adolescentes.

– Formar grupos de percussionistas

– Estimular a criatividade e autonomia

– Possibilitar o conhecimento e manuseio de instrumentos de percussão e sua função tanto na teoria como na prática.

– Conscientização e aprimoramento do potencial perceptivo, imaginativo e criativo.

dani

As oficinas serão ministradas pela percussionista e arte-educadora Daniela Santos, que atua na banda e bloco Afro Ilú Obá de Min – Educação, Cultura e Arte Negra, desde 2004 em shows e apresentações. Atualmente é coordenadora do naipe Djembê.

Realizou estágio como arte-educadora na Associação Arte Despertar, de Dezembro de 2007 a Julho de 2008; na Produtora Cristal Liquida Áudio e Iluminação Profissional Ltda. como assistente de técnico de áudio, e de agosto de 2007 a Janeiro de 2008; como assistente de produção musical no Projeto Mulheres do Hip Hop Cantam a Realidade, no ano 2008;

Participou ainda como percussionista da gravação do CD História e Ritmo em Paraisópolis, no ano de 2006; realizou produção musical no CD do grupo Afro-Mix, em Outubro de 2008; e ministrou oficinas de percussão na Associação Santos, de 2008 a 2009.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *