Aprenda a fazer instrumentos de percussão caseiros com os vídeos do CMIJ

O CMIJ – Centro de Música e Inclusão Para Jovens estará apresentando vídeo-aulas com o Arte Educador Elói Estrela com dicas simples e rápidas para começar a aprender música de forma lúdica e divertida. Agora uma sequência para aprender a fazer instrumentos de percussão caseiros.


Descrição: Ensinando a fazer o slap através do couro da conga, instrumento de origem cubana, você faz uma espécie de concha com as mãos e bate no couro com os dedos e a palma da mão tirando o som médio agudo.


Descrição: Com quatro madeiras de pequena espessura com prego e uma radiografia você faz o tamborim ornamental, eu uso a baqueta para tocar no tamborim tirando o som do Samba e do samba-enredo.


Descrição: Vamos aprender a fazer um reco-reco ornamental. Pegue um bambu de um metro e faça ranhuras com um serrote ou uma serra, o mesmo bambu que você fez o pau de chuva lembrando você tem que deixar um lugar no meio do cano sem prego e com uma baqueta pedaço de madeira ou ferro fino você toca o que quiser, inclusive MPB.


Descrição: Vamos aprender a fazer um pau de chuva. Eu pego um cano de bambu, com um martelo eu introduzo vários pregos em todo seu diâmetro só deixando um filete que é onde eu vou tocar quando estiver usando como reco-reco, no meio do cano há gomos fechados, onde com um cabo de vassoura ou uma vareta de ferro você bate no meio vazando de um lado ao outro, podendo deixar o fundo sem abrir, fazendo a passagem para que o granulado de plástico ou feijão possa passar para baixo ou para cima produzindo o som da chuva caindo.


Descrição: Vamos aprender a fazer chocalhos de chave. Pegue várias chaves de abrir porta ou qualquer local e junte algumas, pode ser em um arco de fio de arame o anel que possa prender as chaves, o importante é reproduzir os sons agudos que venham das chaves, que é muito usada na mpb.

O CMIJ é um projeto da ACESD – Associação Cultural Educacional e Social Dynamite, patrocinado pelo Grupo Protege, através da Lei de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo do Governo Federal.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *